• 22 de dezembro de 2018

    GRISUL e NIEM organizaram mesa sobre Securitização das migrações a nível global

    No dia 13 de dezembro de 2018, o Grupo de pesquisa em Relações Internacionais e Sul Global (GRISUL) e o Núcleo Interdisciplinar de Estudos Migratórios (NIEM) vinculado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), organizaram conjuntamente a mesa redonda com o tema “A securitização global das migrações internacionais”. Participaram da mesa Jacques Ramírez, professor convidado da Universidade de Cuenca, no Equador, Helion Póvoa Neto, Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e coordenador do NIEM, Rickson Rios Figueira, Professor Adjunto da Universidade Federal de Roraima (UFRR) e membro do NIEM, e María Villarreal, pesquisadora do GRISUL e do NIEM. O evento foi apresentado pela professora Enara Echart, coordenadora do GRISUL, e foi mediado por Bruna Soares, doutoranda em Ciência Política e pesquisadora do GRISUL.

    Os palestrantes apresentaram, a partir de variadas perspectivas, a securitização das migrações internacionais. O debate examinou diversos atores securitizadores, bem como seus discursos, reais interesses e alguns dos efeitos de suas ações, mostrando tanto a minoria poderosa que se beneficia com este processo, quanto as violações dos direitos humanos dos migrantes provocadas por estas medidas. No evento foram abordados processos securitizadores tanto no Norte quanto no Sul Global, atendendo especialmente aos processos de securitização que estão acontecendo no Brasil. A mesa também evidenciou sua interdisciplinaridade, umas das propostas da organização, ao abordar desde disciplinas como as Relações Internacionais, a Ciência Política, a Geografia e a Antropologia, autores da Escola de Copenhagen sobre a securitização dos temas e das agendas internacionais, até conceitos como a aporofobia e suas vinculações com a obra de escritores como Carlos Drummond de Andrade.

  • 22 de dezembro de 2018

    GRISUL e NIEM organizaram a apresentação do livro The National versus the Foreigner in South America. 200 Years of Migration and Citizenship Law

    No dia 17 de dezembro de 2018, o Grupo de Relações Internacionais e Sul Global (GRISUL) e o Núcleo Interdisciplinar de Estudos Migratórios organizaram a apresentação do livro: The National versus the Foreigner in South America. 200 Years of Migration and Citizenship Law. O livro foi publicado pela Cambridge University Press, em maio de 2018, e é de autoria de Diego Acosta, Professor Titular de Direito Europeu e da Imigração da Universidade de Bristol (Inglaterra).

    O professor Diego Acosta é um reconhecido acadêmico, assessor jurídico, consultor internacional e especialista sobre direito internacional, europeu e comparado das migrações. Entre seus principais trabalhos destacam: Global Migration: Old Assumptions, New Dynamics (organizado junto a Wiesbrock, Anja), Santa Barbara: ABC-CLIO, 2015; EU Security and Justice Law. After Lisbon and Stockholm (editado junto com Cian Murphy), Oxford: Hard, 2014; EU Immigration Law (Text and Commentary). Second Revised Edition (editado com S. Peers, E. Guild, K. Groenendijk e V. Moreno-Lax), Leiden: Martinus Nijhoff, 2012. A lista completa das publicações do professor Diego Acosta pode ser consultada no seu site pessoal: http://www.diegoacosta.eu/es/inicio/

    O livro The National versus the Foreigner in South America. 200 Years of Migration and Citizenship Law, contribui para uma análise regional e comparativa sobre as políticas migratórias da América do Sul e a forma como os diversos países, através de suas legislações e políticas públicas, constroem imaginários tanto dos migrantes quanto dos próprios Estados-Nação. Para além de sua contribuição metodológica ao traçar um histórico regional na construção de políticas e legislações migratórias, fugindo dos limitantes do nacionalismo metodológico, Acosta analisa o contexto atual do novo “paradigma migratório” na América do Sul buscando avaliar o quão inovativas e excepcionais são essas políticas e legislações. Seu livro se torna, assim, uma obra fundamental para se entender as migrações na região sul americana. O evento contou, ainda, com a participação de Hélion Póvoa Neto, Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e coordenador do Núcleo Interdisciplinar de Estudos Migratórios (NIEM) e de María Villarreal, pesquisadora do GRISUL e do NIEM, como comentarias.

  • 22 de dezembro de 2018

    Conjuntura Latitude Sul 11/2018

    Está no ar a nova edição do Conjuntura Latitude Sul!

    O Conjuntura Latitude Sul é uma publicação mensal voltada ao acompanhamento das notícias relacionadas aos temas de pesquisa dos grupos que integram a plataforma LATITUDE SUL (GRISUL, LABMUNDO, NEAAPE, OPSA).

    Esta edição do Conjuntura Latitude Sul é referente ao mês de novembro de 2018. Confira!

    Conjuntura Latitude Sul – Novembro/2018

  • 10 de dezembro de 2018

    Evento: A Securitização Global das Migrações Internacionais

    No dia 13/12/2018, as 16h, o Grisul organiza a mesa redonda “A Securitização Global das Migrações Internacionais”, com participação de Jacques Ramírez, Helion Póvoa Neto, María Villarreal e Rickson Rios Figueira. O evento será na Escola de Ciência Política da UNIRIO, que fica na rua Voluntários da Pátria, 107 – Botafogo, Rio de Janeiro.

  • 28 de novembro de 2018

    GRISUL organizou evento de apresentação da cartilha Pacha: defendendo a terra

    No dia de 28 de novembro de 2018, no auditório da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) o Grupo de Relações Internacionais e Sul Global (GRISUL) teve a honra de lançar, após dois anos de pesquisa, o seu mais recente trabalho: a Cartilha “PACHA: defendendo a Terra. Extrativismo, conflitos e alternativas na América Latina e no Caribe”.

    A abertura do evento contou com a conferência “Geopolítica do poder e das resistências” realizada pelo professor e pesquisador do IESP/UERJ Breno Bringel, referência no que tange à temática dos movimentos sociais. Em sua explanação, Bringel abordou a questão referente à Geopolítica atual, destacando o importante papel dos grupos de resistência para a sua atual configuração.

    Em seguida, Enara Echart, coordenadora do GRISUL, juntamente com os pesquisadores Bruna Aguiar, Diego Chagas, Henrique Correia, Larissa Coelho, Liara Bambirra e Seimour Souza, apresentaram a Cartilha, explicando os motivos os quais levaram o grupo a estudar os conflitos relativos ao extrativismo na região da América Latina e Caribe, os eixos nela estudados (impactos sobre o meio ambiente, efeitos do extrativismo e protagonismo das mulheres, afrodescendentes e indígenas nos conflitos socioambientais, criminalização dos movimentos que lutam contra este modelo de desenvolvimento, papel das multinacionais e alternativas ao extrativismo), bem como tratando da metodologia, dos objetivos e das conclusões trazidas na obra. Nessa mesma oportunidade, foi ainda apresentado um dos casos presentes na Cartilha – o do povo Saramaka – e também um dos novos projetos do GRISUL: um estudo acerca da criminalização dos movimentos sociais na América Latina e no Caribe.

    Por fim, o encerramento do evento ficou por conta da realização de uma mesa de experiências locais e latino-americanas, composta pelos seguintes estudiosos e representantes de grupos de resistência: Juanita Cuéllar (Colombian@s por la Paz), Marina Praça (Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul – PACS), Marcelo Aranda e Barbara Pelacani (GEASUR/UNIRIO). Contando com a participação de Maria Villarreal, pesquisadora do GRISUL, como mediadora, a mesa foi palco de interessantes debates e enriquecedora troca de conhecimentos entre os pesquisadores e especialistas na temática de conflitos relacionados ao extrativismo e os representantes de alguns povos e grupos afetados pela referida atividade ali presentes.

    Prestigiado por uma plateia extremamente interessada e participativa, o evento foi um sucesso.

    Vale lembrar que a Cartilha “PACHA: defendendo a Terra. Extrativismo, conflitos e alternativas na América Latina e no Caribe”, está disponível gratuitamente em Português, Espanhol e Inglês no link: http://www.grisulunirio.com/pacha/

    A pesquisa “Resistencias y alternativas al desarrollo en América Latina y Caribe: luchas sociales contra el extractivismo”, de autoria de Enara Echart e María Villarreal, publicada em 2018, que aprofunda alguns aspectos analisados na cartilha, também está disponível no link: https://revistas.uam.es/index.php/relacionesinternacionales/article/view/9566/10318

  • 9 de novembro de 2018

    Evento: Lançamento da cartilha Pacha – Defendendo a Terra

    O GRISUL (Grupo de Relações Internacionais e Sul Global) da UNIRIO convida para o lançamento da cartilha:
    Pacha: Defendendo a terra. Extrativismo, conflitos e alternativas na América Latina e no Caribe.

    O que é o extrativismo? Por que América Latina e Caribe é a região mais perigosa do mundo para defensoras/es da terra, líderes e ativistas meio ambientais? Quais são os impactos do extrativismo sobre comunidades de atingidos, mulheres, indígenas e afrodescendentes? Como elas/es se posicionam perante este processo e quais são suas lutas e reivindicações? Que papel desempenham no extrativismo os Estados, as empresas multinacionais e outros atores? Existem alternativas ao extrativismo?
    Estas são algumas das perguntas que “Pacha: defendendo a terra. Extrativismo, conflitos e alternativas na América Latina e no Caribe” tenta responder.
    Visibilizando o protagonismo das comunidades atingidas pelo extrativismo, queremos também mostrar a multiplicação de alternativas ao desenvolvimento que geram diversas estratégias pela defesa da terra e as formas de vida tradicionais, assim como a criação de novos paradigmas como o Bom Viver, derivados dos saberes e perspectivas dos povos da região.

    PROGRAMA

    14H: CONFERÊNCIA: GEOPOLÍTICA DO PODER E DAS RESISTÊNCIAS
    Breno Bringel (IESP-UERJ)

    15H: LANÇAMENTO “PACHA: DEFENDENDO A TERRA”
    Enara Echart (Coord.), Bruna Aguiar, Diego Chagas, Henrique Correia, Larissa Coelho, Liara Bambirra e Seimour Souza (GRISUL)

    16H: MESA DE EXPERIÊNCIAS
    Juanita Cuéllar. Colombian@s por la Paz
    Marina Praça. Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul (PACS)
    Martin Scarpacci. IPPUR/UFRJ
    Marcelo Aranda. GEASUR/UNIRIO
    Debatedora: Maria Villarreal (GRISUL)

    LOCAL:
    Auditório. Escola de Ciência Política. UNIRIO
    Rua Voluntários da Pátria, 107 Botafogo

    SERÃO EMITIDOS CERTIFICADOS!

     

  • 19 de outubro de 2018

    GRISUL organiza palestra sobre a configuração securitária das políticas de controle das migrações e fronteiras na América do Sul

    No dia 08 de outubro de 2018, o GRISUL organizou a palestra: ¿Una migración segura, ordenada y regular? La configuración securitaria de las políticas de control de las migraciones y las fronteras en Sudamérica”. A palestra foi realizada no Programa de Pós-graduação em Ciência Política da Escola de Ciência Política da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e ministrada por Eduardo Domenech, Doutor em Sociologia, Professor e Pesquisador do Centro de Estudos Avançados da Universidade Nacional de Córdoba (Argentina) e do Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (CONICET), onde dirige o Programa Multiculturalismo, Migrações e Desigualdades na América Latina. Seus interesses de pesquisa incluem a política migratória do Estado argentino e no âmbito sul-americano, a sociologia das migrações e dos estudos migratórios, assim como a produção socio-histórica da “ilegalidade” migrante, a governança das migrações e as lutas migrantes, especialmente na América do Sul.

    Eduardo Domenech é um dos mais destacados pesquisadores sobre migrações na América Latina e seus trabalhos contribuem, desde uma perspectiva crítica, a entender o passado e a atualidade dos processos migratórios na nossa região. Entre suas publicações mais recentes destacam: Domenech, E; Gil Araujo, S.; Torrano, A. (coords.) (2016) Pasado y presente de las políticas y prácticas de control y vigilancia de la migración en Sudamérica. Sección monográfica en Astrolabio. Nueva Época, N° 17, Centro de Investigaciones y Estudios sobre Cultura y Sociedad (CIECS), Córdoba (Argentina); Domenech, E. (2017) “Las políticas de migración en Sudamérica: elementos para el análisis crítico del control migratorio y fronterizo“, en Terceiro Milênio. Revista Crítica de Sociologia e Política, dossier: “Mobilidade Humana: Perspectivas e desafíos”, Vol. 8, N° 1, enero-junio, pp. 19-48; Domenech, E. (comp.) (2009) Migración y política: el Estado interrogado. Procesos actuales en Argentina y Sudamérica. Universidad Nacional de Córdoba, Córdoba; Domenech, E. y Boito, E. (2017) “‘Luchas migrantes’ en Sudamérica: reflexiones críticas desde la mirada de la autonomía de las migraciones”, en B. Cordero, S. Mezzadra y A. Varela (coords.) América Latina en movimiento. Autonomía de la migración, fronteras y nuevas geografías de lucha. Buenos Aires: Tinta Limón / Ciudad de México: UACM / Madrid: Traficantes de Sueños. A lista completa dos trabalhos do autor, pode ser vista aqui: https://edomenech.webnode.com/publicaciones2/

    No dia 09 de outubro, Eduardo Domenech manteve também uma reunião interna com os pesquisadores do GRISUL que trabalham com migrações internacionais, refúgio, políticas migratórias e governança da mobilidade humana. Com eventos e atividades deste tipo, o GRISUL visa promover a internacionalização da UNIRIO e o diálogo entre os pesquisadores dos países do Sul, assim como fortalecer sua linha de pesquisa sobre migrações internacionais.

  • 17 de outubro de 2018

    Conjuntura Latitude Sul 09/2018

    Está no ar a nova edição do Conjuntura Latitude Sul!

    O Conjuntura Latitude Sul é uma publicação mensal voltada ao acompanhamento das notícias relacionadas aos temas de pesquisa dos grupos que integram a plataforma LATITUDE SUL (GRISUL, LABMUNDO, NEAAPE, OPSA).

    Esta edição do Conjuntura Latitude Sul é referente ao mês de setembro de 2018. Confira!

    Conjuntura Latitude Sul – Setembro/2018

  • 3 de outubro de 2018

    EVENTO: UMA SEGURA MIGRAÇÃO , ORDENADA E REGULAR?

    No dia 08/10/2018, as 16h, o Grisul organiza o evento “Uma Segura Migração , Ordenada e Regular? A configuração securitária das políticas de controle das migrações e as fronteiras na América do Sul”, com participação de Eduardo Domenech. O evento será na Escola de Ciência Política da UNIRIO, que fica na rua Voluntários da Pátria, 107 – Botafogo, Rio de Janeiro.

  • 23 de setembro de 2018

    Evento: Eleições 2018 – O RJ na Câmara dos Deputados

    No dia 27/09/2018, as 16h, será realizado o evento “Eleições 2018 – O RJ na Câmara dos Deputados”. O evento contará com a presença dos candidatos Wadih Ramos (PT), André Lazaroni (MDB), Tatiana Roque (PSOL) e Marcelo Calero (PPS), e será no auditório do CCJP da Unirio, em Botafogo.